Dois assassinatos seguidos assustam moradores de Barra do Piraí

Marcus Vinícius, no domingo (16) e Carlos Henrique na quarta (19).

0
1800
Dois assassinatos seguidos assustam moradores de Barra do Piraí
À esquerda, Marcus Vinícius e à direita Carlos Henrique.
Foto: Reprodução.
BARRA DO PIRAÍ

Atualizado às 14h37min.
Assassinatos seguidos têm tirado o sono e o sossego de moradores de Barra do Piraí, no Sul do Rio. Na maioria dos casos, as mortes estão ligadas ao tráfico de drogas. Numa diferença de três dias, duas mortes aconteceram no bairro Caixa D’Água, uma das comunidades mais conhecidas e populares da cidade.
Na madrugada de domingo (16), Marcus Vinícius, de 28 anos, morreu na Rua Antônio Félix Pinheiro. Policiais militares do 10º BPM foram averiguar informações sobre tiros na localidade e encontraram o jovem caído com marcas de tiros. O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) foi chamado, mas Marcus Vinícius já estava morto, quando os socorristas chegaram.
Na madrugada de quarta-feira (19), de acordo com a página Barra Alerta, o corpo de um homem identificado como Carlos Henrique, conhecido como Gaguinho, foi encontrado em frente ao escadão do bairro, na rua de cima da Escola Manoel Fonseca, perto da grota.
Os agentes da 88ª DP investiga os casos e a suspeita é de que ambos têm envolvimento com a guerra de facções criminosas. Uma moradora da Caixa D’água, que preferiu não se identificar, disse que a violência assusta e causa uma sensação de insegurança. “Não é de hoje que isso vem acontecendo. Não tenho dados oficiais, mas tenho certeza de que o bairro é um dos mais violentos. Isso acontece por conta da disputa de facções criminosas pelo comando do tráfico aqui. Não me sinto segura, nem eu e nem meus filhos”, desabafa a moradora.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).