Comércio terá fornecer sacolas plásticas sem cobrar em Volta Redonda
VOLTA REDONDA

Atualizado às 09h53min.
O comércio de Volta Redonda tem o prazo de 20 (vinte) dias no máximo para se adequar a nova lei que proíbe agora a cobrança pelas sacolas plásticas. Isso porque a Câmara Municipal promulgou a Lei 5.915 que passa agora proibir a cobrança de sacolas descartáveis biodegradáveis, sacolas de papel, ou de qualquer outro material que não polua o meio ambiente, para embalagem e transporte de produtos comprados nos estabelecimentos comerciais.
A publicação foi feita na quinta-feira (20), no Diário Oficial do município. De acordo com a nova regra, que começou a vigorar, as multas em caso de descumprimento variam entre R$ 4.340 a R$ 17.360, podendo ser dobrada em caso de reincidência.
A lei ainda diz que a prefeitura deverá realizar a fiscalização nos estabelecimentos e aplicar as penalidades.


Comentários via Redes Sociais ou no portal:  
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).