<
Atualizado às 14h29min.

VOLTA REDONDA / BARRA MANSA
Ruas alagadas, transtornos a motoristas e córregos transbordando… A cena se repete em duas cidades do Sul do Rio, na noite de sexta-feira (05), depois que uma forte chuva caiu sobre os municípios. Lama e a subida repentina da água pegou motoristas de surpresa e fez a cena de Volta Redonda e Barra Mansa mudar para pior.
A Rua 207, em Volta Redonda, no bairro Conforto, novamente teve ruas alagadas por conta do transbordo do córrego. Isso gerou congestionamento no local e em outros pontos do Centro da cidade. No bairro São Lucas, ruas ficaram alagadas.
No bairro Aterrado, o telhado de um estacionamento cedeu. Além de um muro de uma casa no bairro Padre Josimo. Quedas de energia foram registradas em vários bairros. Sem contar um deslizamento de terra no bairro São Cristóvão.
Em Barra Mansa, no bairro São Judas foi a lama que desceu na Rua da Mineira. Na manhã de sábado (06), equipes de limpeza da prefeitura trabalhavam no local. No bairro Nove de Abril, que faz aniversário na terça (09), o problema com alagamentos se repetiu. Mesma coisa no Vista Alegre, Santa Inês, Ano Bom e outros bairros da cidade.
As chuvas provocaram ainda o rompimento da adutora do Saae-BM da Rua 247, interrompendo o fornecimento de água em bairros da Região Leste da cidade. Segundo o coordenador da Defesa Civil-BM, Sérgio Mendes, o Serginho Bombeiro, em uma hora e meia de chuva registrou um volume de 55 mm. Na Vila Orlandélia, esse número subiu para 75 mm. A previsão dos institutos de meteorologia era de 10 mm. O nível do Rio Barra Mansa subiu cerca de um metro, mas não houve registro de transbordamento.
A previsão dos institutos de climatologia é de mais chuvas para o fim da tarde e começo da noite deste sábado (06). (Fotos: Divulgação).