<

Atualizado às 20h05min.


BARRA MANSA

Cerca de 35 mil pessoas passaram pelo maior evento do varejo no mundo – a NRF Big Show 2018 – que aconteceu entre os dias 14 e 16 de janeiro, em Nova Iorque, nos Estado Unidos. Entre os participantes, estava Xisto Vieira Neto, presidente da CDL de Barra Mansa, que, pela primeira vez, teve a oportunidade de conhecer as tendências do segmento a nível mundial e trazer Barra Mansa-RJ um pouco das lições obtidas ao longo da 107ª. edição da feira.

O presidente afirma que os avanços tecnológicos, como a constante mudança de comportamento do consumidor, obrigam os setores de varejo a se reinventarem a cada dia. Isso a fim de sobreviver em meio a esse ambiente tão competitivo. “Na NRF falou-se muito no foco da experiência do cliente na loja. Muito mais do que a venda é a experiência positiva do cliente, feliz por estar consumindo e gerando aquela fidelidade com a empresa””, destacou.

Ainda segundo Xisto, outro assunto de bastante destaque na NRF foi a ‘Omnichannel’,. Essa é um tendência do varejo que visa integrar todos os canais utilizados por uma empresa. “Tinha-se uma preocupação de que a loja física fosse morrer e só as virtuais iriam sobreviver. Concluiu-se que não. Que a loja física é mais um canal. Tanto que lojas que só existiam no mundo virtual, como a Netshoes e a Amazon, agora possuem lojas físicas também. Além disso, hoje, a loja física tem que aprender a usar as redes sociais, em especial o Instagram. Considerou-se no evento que muitas decisões de compra são baseadas em visitas ao Instagram, mais até do que outras mídias. O cliente pesquisa o produto nas mídias sociais, mas quer ir comprar na loja e já chega lá com conhecimento. Muitas lojas também oportunizam a chance de o cliente comprar na loja virtual e buscar o produto na loja física. O custo de remessa é bem menor, além de promover um conforto para o cliente”, analisou.

CDL-BM marcou presença em evento internacional representando empresários da região. (DIVULGAÇÃO)

A segurança de dados também esteve em destaque entre os temas abordados. “A feira é de proporções fantásticas, enorme. E este ano trouxe muitas startups, pequenos empresários. Em uma das  melhores palestras mostrou uma China com números fabulosos. Eles têm na plataforma tudo conectado: pagamento, divulgação, pesquisa. O IOS não conversa com Android, o Google não conversa com Facebook. É muito curioso como a gente vê isso todos os dias e não repara que realmente é assim”, frisou.

A troca de experiências com empresários dos diversos setores, com vários pontos de vista, também foi bastante positiva, segundo Xisto. “Volto pra Barra Mansa cheio de idéias na bagagem que, de alguma forma, tentarei transmitir ao máximo aos associados da CDL e lojistas do município”, finalizou.