VOLTA REDONDA

Atualizado às 09h59min.
O presidente da Câmara de Volta Redonda, Sidney Dinho (Patriota), anunciou na terça-feira (7), durante a sessão, que a Casa passará a exigir novamente o uso de máscara de proteção contra Covid-19. A exigência começa valer na quarta-feira (8). “É uma orientação que a gente vai passar, embora a maioria dos novos casos não seja grave”, analisou o presidente da Câmara, lembrando que a sede do Legislativo é um ambiente fechado, que pode favorecer a contaminação.
A medida contou com o apoio do presidente da Comissão de Saúde da Casa, Paulo Conrado (DC). “A gente fica preocupado porque as informações que chegam da Secretaria de Saúde e dos hospitais é que, embora seja de menor gravidade, a incidência de contaminação da Covid está bem alta. Então, a preocupação procede”, ressaltou Conrado. “É uma medida que se faz necessária diante do aumento de casos de Covid na cidade nos últimos dias”, afirmou o parlamentar.
De acordo com o boletim epidemiológico divulgado na terça-feira pela Secretaria Municipal de Saúde, Volta Redonda registrou, na semana entre 22 e 28 de maio, 406 casos positivos de Covid-19. O número é 83,7% maior que os 221 casos confirmados na semana epidemiológica anterior (12 a 21 de maio).
Ainda de acordo com o boletim divulgado, na última semana de maio a ocupação de leitos clínicos na rede pública chegou a 42%, enquanto a ocupação de leitos de UTI foi de 46%. Na rede privada, a ocupação de leitos de UTI estava em 11%. Na semana anterior, ainda segundo os dados da secretaria, os percentuais eram de 17%, 13% e 6%, respectivamente.

Samuca na Fila…

Dinho ainda confirmou que as contas do ex-prefeito Samuca Silva, referente ao ano de 2019, serão votadas no próximo dia 27 de junho. O parecer prévio do TCE-RJ (Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro) é pela reprovação das contas. Dinho ainda lembrou que Samuca foi notificado para apresentar a defesa prévia no último dia 12 de maio. A mensagem foi encaminhada por e-mail e correios, além de ter sido publicada em Diário Oficial do município e três jornais impressos.
– Ele não terá razões para alegar desconhecimento – lembrou o presidente da Câmara, descartando qualquer reclamação que do ex-prefeito se defender.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:  
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por opiniões de leitores na matéria).