Câmara de VR aprova abertura de processo de cassação contra vereador
Foto: Gazeta dos Bairros.
Atualizado às 19h44min.

VOLTA REDONDA 
A Câmara dos Vereadores de Volta Redonda aprovou, por unanimidade, a abertura do processo de cassação contra o vereador Paulinho do Raio-X (MDB) que é acusado de corrupção passiva contra o prefeito Samuca Silva (PSC). A votação na sessão de terça-feira (19), os 19 vereadores presentes aprovaram o pedido de cassação impetrado pelo vereador Rodrigo Furtado, que foi substituído na votação pelo suplente, Francisco Chaves.
Votaram sim para abertura do processo, Calinhos Sant’Ann, Edson Quinto, Fábio Buchecha, Fernando Martins, Francisco Novaes, Issac Bernardo, Jari Simão, José Augusto de Miranda, Laydson Cruz, Luciano Mineirinho, Maurício Pessôa, Nilto Alves Neném, Paulo Conrado, Francisco Chaves, Rosane Bergone, Vair Duré, Washington Uchôa, Washington Ganato e Sidney Dinho. O vereador José Martins, o Tigrão, ausente e Paulinho do Raio-X não voltaram.
Sorteio
O primeiro nome a ser sorteado foi do vereador Maurício Pessôa que acabou pedindo para ser retirado por ser líder do governo na Casa. Foi votado e acataram o pedido dele. Em seguida, foi sorteado o nome do vereador Washington Uchôa, que acatou a nomeação. Posteriormente, foi retirado o nome da vereadora Rosana Bergone, que também acatou a decisão.
No entanto, foi sorteado ainda o terceiro e último membro da comissão processante e acabou sendo o vereador José Augusto de Miranda, que por motivos de saúde pediu a retirada do nome dele. O plenário, que é soberano, votou e autorizou a saída.
Por último, acabou sendo sorteado o nome do vereador Sidney Dinho que pediu que o plenário decidisse. “Esse é mais um trabalho nesta Casa que vai requerer de nós uma dedicação a mais de tempo. Tudo que já sabemos da CPI até agora e me impedir de ser imparcial. Não queria que minha participação na comissão processante fosse considerada tendenciosa e uma barreira por já está na CPI”, ponderou.
Mesmo assim outros membros da comissão argumentaram e Dinho decidiu ficar e citou, “dar a César o que é de César. Não vai ter conversa fiada comigo. Vamos ser justos nas apurações”, afirmou Dinho ao concordar com o sorteio.
Em conclusão, a Comissão Processante que vai apurar e emitir um relatório sobre a possível cassação do mandato do vereador Paulinho do Raio-X. Ficou definida como Sidney Dinho será o presidente, Washington Uchôa, como relator e Rosana Bergone será membro.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Deixe seu nome aqui

dezesseis + oito =