Atualizado às 14h21min.

VOLTA REDONDA
O atentado a tiros que matou Renato Batista Vidal, de 45 anos, na noite de sábado (5), feriu Lorrany de Oliveira Teixeira, de 26, e uma bebê de 8 meses. Lorrany levou um tiro de raspão no tórax e a bebê, também de raspão, acabou ferida no rosto.
Ambas passam bem e devem receber alta nesse domingo (6). Havia a informação de que uma terceira vítima havia sido atingida. Porém, a confirmação não foi dada pelo hospital, que confirmou e entrada de Renato, que morreu, a jovem e a bebê.
O SUL FLUMINENSE ONLINE foi o único veículo de imprensa a ir ao local do crime logo depois dos disparos. Segundo testemunhas, dois homens em uma moto atiraram várias vezes contra Renato que se divertia na área de lazer no bairro Pedreira, bem ao lado da Vila Rica/Três Poços.
Ele foi atingido enquanto bebia com amigos, em frente ao Quiosque do Paulinho, em uma área de lazer, às margens da Avenida Paulo Erlei Alves Abrantes, que liga Volta Redonda ao município de Pinheiral. O local estava cheio de pessoas quando tudo aconteceu. Até agora ninguém foi preso nem os autores foram identificados. Fotos: Evandro Freitas.

Leia Também: 

EXCLUSIVO: Atentado a tiros deixa três feridos e um morto em Volta Redonda


Comentários via Redes Sociais ou no portal:

(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).