Atualizado às 15h13min.

ANGRA DOS REIS
Policiais Militares do 33º Batalhão de Angra dos Reis participaram na última semana do Treinamento Operacional PMs do Batalhão de Angra para início de implantação de UPP. A capacitação direcionada aos agentes que trabalham nos efetivos do Grupamento de Ações Táticas (GAT) e do setor do serviço reservado de inteligência (P2) foi adequada às características e necessidades operacionais do município.
O treinamento dos agentes do 33º BPM faz parte do processo de implantação de três Unidades de Polícia Pacificadora nas comunidades do Frade, Camorim Grande e Belém, previstas para este ano. A criação das UPPs em Angra foi anunciada em dezembro pelo governador Wilson Witzel (PSC). Até a conclusão das obras de construção das unidades, a PM manterá um reforço no policiamento do município. Episódios de confrontos entre facções criminosas rivais que disputam domínio territorial são frequentes. A região ganhou um reforço de 120 policiais militares que serão incorporados ao efetivo do 33º BPM.
De acordo com o governo do estado, a concepção dessas novas UPPs não contemplará apenas a área se segurança pública. Depois de pacificadas, as três comunidades serão beneficiadas com projetos sociais. “Sob a liderança do governador Witzel e atuando em parceria com outros atores do Poder Público e da iniciativa privada, vamos restabelecer a paz nessa região”, afimrou em dezembro o secretário de Estado de Polícia Militar, comandante geral Rogério Figueredo de Lacerda.
Além da instalação das novas UPPs, outras duas medidas para melhorar a segurança local foram anunciadas: o início do estudo para a transferência do 33º BPM para o Centro de Angra, ficando uma Companhia Destacada onde hoje está instalado o quartel de Mambucaba; e a implantação do Sistema de Ocorrência Virtual (SOVi), destinado a agilizar os registros de delitos de baixo potencial ofensivo por intermédio da integração do trabalho do 33º BPM com a 166ª DP (Angra), experiência bem-sucedida realizada durante este ano na Ilha do Governador.
Fotos: Divulgação/PMERJ.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).