Atualizado às 18h01min.

RODRIGO MATIAS
Interessante, muitas vezes, o ser humano busca fugir de situações de confronto/conflito. O atual ministro Sergio Moro, em meio ao turbilhão de denúncias resolveu “tirar alguns dias de folga”. Esse fato me fez escrever esse texto.
Tenho algumas ideias das razões da ausência do ministro, mas não certezas. O fato é, do dia 15 ao dia 19 de julho, o atual ministro solicitou afastamento do Ministério da Justiça e Segurança Pública. A licença foi concedida pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL). Sem remuneração, claro, já que assumiu no dia primeiro de janeiro e ainda não poderia “tirar férias”. Nesse período, o secretário executivo Luiz Pontel responderá pelo ministério.
Eu entendo Moro, não concordo, mas entendo. Em muitas situações, quando somos atacados, é interessante se ausentar. Quem nunca pensou em “sumir” no meio dos problemas?
Infelizmente, muitos brasileiros não ter essa possibilidade do ministro, de tirar alguns dias de folga depois de cinco meses e 14 dias de trabalho. Desejo mesmo um bom descanso ao ministro. Afinal, há anos vem trabalhando muito. E, de fato, o atual governo não seria possível sem suas ações.
O que você pensa sobre isso? Até a próxima semana. (Foto: Reprodução).

 

 


Comentários via Redes Sociais ou no portal:

(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).