VOLTA REDONDA

Atualizado às 20h37min.
Uma discussão de horas na Câmara dos Vereadores na semana passada não foi suficiente para fazer barulho e “comover” o judiciário sobre o leilão de linhas de ônibus na maior cidade do Sul do Rio. O juiz Alexandre Custódio Pontual manteve o evento para definiu que empresas assumirão as linhas deixadas pela falida Viação Sul Fluminense.
O leilão aconteceu na tarde de quarta-feira (16), no Fórum de Volta Redonda. Mesmo com o pedido de peso do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) para o adiamento do evento. A justificativa, segundo o magistrado, de melhorias, fiscalização, quantidade de linhas de cada lote e eficiência, deve ser encaminhada ao Poder Público do município e não ao juízo.
As linhas foram compradas por R$ 2,5 milhões. A Elite ficou com o mais caro, de R$ 1,6 milhão, pela 15 linhas do lote 1. A Pinheiral desembolsou R$ 664 mil, pelo lote 3. A menor parte ficou para Viação Cidade do Aço, que arrematou o lote por R$ 180 mil o lote 2.
Veja como ficou os lotes:

Comentários via Redes Sociais ou no portal:  
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por opiniões de leitores na matéria).