Amauri teme extinção de rioflorences por deficiências na saúde
Foto: Divulgação.
RIO DAS FLÔRES

Atualizado às 13h27min.
O candidato pelo PROS a prefeito de Rio das Flôres, Amauri Batista, melhor colocado nas pesquisas de opinião ao lado do atual prefeito, se diz preocupado com a extinção da população da cidade. Isso porque há quatro anos o município não tem maternidade e não registra um nascimento na cidade. Qualquer mãe em trabalho de parto precisa ir para Valença, cidade vizinha, para ter o bebê. Isso porque não possui sequer uma maternidade pública.
A preocupação do candidato é realidade depois que o prefeito terceirizou a maioria dos serviços de saúde da cidade. Além disso, contratou a Cruz Vermelha, alvo de várias investigações pelo país, para gerir a saúde do município. O custo médio varia de R$ 700 mil a R$ 1 milhão por mês.
– Os cidadãos da nossa cidade estão desaparecendo. Há quatro anos que não nasce ninguém em Rio das Flôres. Estamos ameaçados de desaparecer. Isso tudo por causa de uma política de terceirização em massa de todos os serviços em saúde da prefeitura. Será que isso gera mesmo economia? Isso que vou descobrir se for eleito prefeito. A primeira medida é auditar todos os contratos feitos pelo atual governo – afirmou Amauri.
Segundo o candidato, hoje se alguém precisa de uma cirurgia precisa sair da cidade para conseguir. Amauri ainda afirma que vai criar, entre as medidas de mudança na pasta, o Plano de Carreira da Saúde e abrir concursos para médicos e profissionais que serão admitidos pela Fundação Estadual de Saúde.
– O governo atual diz que não tem dinheiro para manter uma equipe na cidade. Porém, isso depende de vontade política e articulação no estado e em Brasília para conseguir recursos. É preciso ter pessoas técnicas, sem apadrinhamento político para dar soluções para saúde da cidade melhorar. Não tem fórmula de bolo, mas sim trabalho honesto e sem vantagens políticas. Hoje Rio das Flôres é a única cidade do estado em “lockdown”. Ninguém pode sair, fazer campanha ou levar as propostas. Tudo por medo do atual prefeito da nossa candidatura superar a política velha e sem resultado que ele faz – disparou o candidato.
Amauri ainda diz que pretende reabrir a maternidade na cidade e montar um centro cirúrgico moderno para atender a população.
– Não dá para ficar alugando, em instituição pública que recebe dinheiro do SUS, atendimento ou leito que por direito já é público. Precisamos de um gestor transparente e com experiência em ser honesto. Não tem espaço mais para velha política do coronelismo. Governar com o povo e não da forma que é mais lucrativa. Esse é o dever de um cidadão que se propõe ser prefeito de uma cidade. Isso que pretendo colocar em prática para Rio das Flôres – finalizou Amauri.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Deixe seu nome aqui

dezoito + 8 =