<
Atualizado às 17h09min.

VOLTA REDONDA
O total de casos confirmados de coronavírus em Volta Redonda, no Sul do Rio, subiu para 127 na tarde de terça-feira (14). OS infectados são quatro mulheres e um jovem, de 21 anos. As mulheres têm idades duas de 32 anos, uma de 39 e outra de 62. A curva dos suspeitos também subiu de 642 para 700 sendo investigados.
A média de casos que dão positivo é de 15%. Seguindo a estatística, o prefeito Samuca Silva (PSC) explica que teriam mais 105 confirmados e somados aos 127 confirmados, a cidade somaria 232 positivos para doença. Os internados com a suspeita subiram para 27 e mais dois internados que já testaram positivo. Um está no Hospital Regional e outro em uma unidade particular. Quatro moradores de Volta Redonda estão no Hospital Regional. Somente eles serão computados no boletim da prefeitura.
Na transmissão ao vivo pelas redes sociais, o prefeito comentou e ouviu novamente um buzinas do lado de fora da prefeitura, em mais uma manifestação pela reabertura do comércio. Samuca disse que o protesto reunia seis carros e mais quatro pessoas a pé. O prefeito frisou que não vai se “curvar a pressões”. Ele ainda se disse chateado de ter sido chamado de “Hitler”.  A data para flexibilizar o comércio é dia 27 de abril, segundo o prefeito.
– Hitler matou seis milhões de pessoas. Nó estamos salvando 300 em suas casas – justificou Samuca ao falar das medidas de restrição.
Foto: Reprodução.

Comentários via Redes Sociais ou no portal:
(O Sul Fluminense Online não se responsabiliza por comentários na matéria).