Atualizado às 02h17min. 

VOLTA REDONDA
O cabo da PM, Carlos Sá Freire, de 39 anos, não resistiu aos ferimentos e faleceu, de morte cerebral, no início da madrugada de sábado (02), no Hospital São João Batista, em Volta Redonda, no Sul do Rio, depois que a viatura em que ele estava foi atacada à tiros.
O ataque foi próximo da esquina entre as Ruas Maria Cecília e Vicente Celestino, no bairro Retiro. Um disparo teria atingido a cabeça o militar. Ele foi socorrido as pressas, mas não resistiu. Os médicos teriam tentado um procedimento cirúrgico para tentar salvar o policial. O estado dele era grave.
Nossa equipe esteve no hospital. O cabo era muto atuante e sempre participava de grande ocorrência e apreensões contra o tráfico de drogas. No dia 25 de janeiro, publicamos uma notícia sobre o diploma de bons serviços prestados, entregue pela Câmara de Vereadores de Volta Redonda, ao policiais do 28º BPM. O PM Sá Freire estava entre os homenageados.
O corpo do militar será velado em Valença, cidade natal do cabo da PM. O velório e o sepultamento ainda não tem horário definido. (Foto: Arquivo).

 

Leia Também:

Policial militar de serviço é baleado em Volta Redonda

1 COMENTÁRIO

  1. Meus pêsames à todos familiares e amigos do Cabo, a PM daqui do 28° tem que cair matando em cima desses vagabundos não podem deixar Volta Redonda se tornar mais um território tomado por bandidos a exemplo de Angra dos Reis e RJ, porém a população de bem não pode pagar pelos atos desses vagabundos, Pra Cima Deles !!! Açoooo

Comments are closed.