Atualizado às 16h24min.

RESENDE
O policial militar, Heder de Oliveira, conhecido como “Hebinho”, de 37 anos, morreu durante uma cirurgia, depois de sofrer um atentado a tiros, na manhã deste sábado (15), em frente a um comércio da família do PM, no bairro Baixada da Olaria, em Resende/RJ, no sul do estado do Rio.
Ele foi atingido na cabeça e socorrido para um hospital da cidade, onde ele nasceu e passava férias na casa de parentes. Heber trabalhava na UPP (Unidade de Polícia Pacificadora), no morro do Vidigal. Ele faleceu no Centro Cirúrgico do Hospital de Emergência.
O comando do 37º Batalhão da PM (Resende) lamentou a morte do policial por meio de uma nota divulgada durante a tarde.
– A Polícia Militar lamenta informar a morte do soldado Heber de Oliveira, de 37 anos, de férias, ocorrida na manhã deste sábado (15/9). Ele estava sentado em frente ao comercio que pertence a sua família, na cidade de Resende, Sul Fluminense, quando dois homens em uma moto fizeram disparos contra o mesmo. O policial chegou a ser socorrido para um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos.
O soldado Héber estava na Polícia Militar desde 2014 e era lotado na 1ª UPP do 23º BPM/Vidigal. O militar era casado e não deixa filhos. Ainda não há informações sobre seu sepultamento”, ressaltou a nota.