Atualizado às 13h16min.


BARRA MANSA 

Maria Vitória Posidônio de Londínio, de três meses, morreu depois de receber alta da Unidade de Pronto Atendimento – UPA, do Centro de Barra Mansa-RJ, na madrugada dessa quarta-feira (04). Ela deu entrada na unidade às 23h de terça (03) com uma crise de bronquite.

Segundo a família, a menina havia sido atendida pelo mesmo médico na semana passada, com os mesmos sintomas. Ela foi medicada e liberada. O problema voltou e a mãe levou a menina novamente a UPA. Foi receitado outro medicamento. Ela recebeu alta e faleceu horas depois.

A polícia vai investigar se houve ou não negligência médica. Exames serão feitos para saber o medicamento teria relação com a morte da menina. A prefeitura emitiu uma nota dizendo que a vai investigar a causa da morte. Segundo a nota, a menina entrou na unidade com “quadro de tosse, coriza e sem febre. Ela foi classificada com risco ‘verde’. Sem gravidade”.

Segundo a prefeitura, a secretaria de Saúde “está prestando assistência à família com assistência social e médica”, finalizou a nota.

2 COMENTÁRIOS

  1. complicado demais, minha filha passou por isso tbem,chegou lá com febre alta dor no peito na barriga e tosse. Falaram que era gases,e as dores era por conta da tosse.
    No dia seguinte insisti,levei ela de novo e falaram que ela já estava medicada que eu tinha que esperar o remédio fazer efeito.
    Falei minha filha não está bem. Sai de lá direto pro hospital do retiro. Onde antes do raio x o médico já me disse pneumonia e fiz os exames só pra confirmar. Se eu não tivesse ido minha filha poderia ter morrido.

  2. Esses médicos formados no balcão de boate e cadeira de buteco estão nos matando. Eles não aferem a pressão, não auscutam o tórax. São uns incompetentes e irresponsáveis. Ahhh. Esqueci que são protecionistas.

Comments are closed.