(GERALDO GONÇALVES - PMVR)

 Atualizado às 23h16min.


VOLTA REDONDA

Cerca de 150 estudantes, divididos em três grupos, foram recebidos nesta semana na Secretaria de Saúde de Volta Redonda-RJ, com a palestra Integração Ensino Serviço. Coordenado pela divisão Área Técnica e Educação em Saúde, o encontro prepara os estagiários de enfermagem, técnicos em enfermagem e nutrição e psicologia para atuarem por seis meses, na Rede de Assistência em Saúde do município.

Todo semestre, a secretaria recebe acadêmicos de cursos e escolas de nível médio e superior conveniados – Universidade Federal Fluminense (UFF), UniFOA (Centro Universitário de Volta Redonda), Faetec (Fundação de Apoio à Escola Técnica) e Itec (Instituto Tecnológico de Capacitação), para cumprir sua carga horária de estágio curricular supervisionado na Rede Municipal de Saúde.

Eles atuam na Atenção Básica – Unidades Básicas de Saúde e de Saúde da Família; no setor de Saúde Mental, que faz parte do atendimento de média complexidade; e na Rede de Urgência e Emergência, no Pronto Socorro do Hospital Municipal Munnir Rafful.

– No início do estágio, esses futuros profissionais são acolhidos para conhecer as necessidades de saúde do município e esclarecer sobre as normas e diretrizes vigentes no trabalho em saúde com ênfase aos três níveis de atenção: básica, média complexidade e Rede de Urgência e Emergência – esclareceu a coordenadora da Área Técnica e Educação em Saúde, Marcilea Dias de Sá Lima.

Além disso, a palestra apresenta os preceitos do SUS (Sistema Único de Saúde), que norteia a política pública de assistência em saúde. O fluxo de atendimento no caso de sofrerem um acidente com material biológico; e do setor de Epidemiologia, que alerta sobre imunização, avisando quais as vacinas devem tomar os profissionais da área de saúde.

O secretário de Saúde de Volta Redonda, Alfredo Peixoto, espera que além de aprenderem a parte técnica da profissão, na prática esses estudantes vejam a importância do cuidado com a população nos serviços de saúde. “Desejo boas-vindas aos estudantes, espero que aproveitem o dia a dia de cuidados com a população para se tornarem profissionais mais preparados. E, quem sabe, convivendo com as necessidades dos nossos  pacientes, desenvolvam gosto por atuar no serviço público”, disse.

A supervisora de Estágio da Faetec e coordenadora do curso Técnico em Enfermagem no Itec, a enfermeira Graziele de Almeida Rocha, afirma que a oportunidade de atuar na Rede Pública de Saúde “é uma oportunidade de ouro para os estudantes”disse.

Graziele Guedes é estudante do sétimo período de nutrição do UniFOA e está ansiosa para começar o estágio. “Ainda será definido o setor que vou atuar, mas tenho certeza que tenho muito conhecimento a adquirir e até para trocar com os novos colegas e pacientes”, disse.