Atualizado às 22h23min.


Volta Redonda

Um reportagem investigativa da Rede Globo movimentou o setor de educação da prefeitura de Volta Redonda, nessa quarta-feira (06). Isso porque a equipe procurou a secretaria de Educação para ouvir esclarecimentos sobre uma possível venda ilegal de camisas com a logo do time do Cruzeiro, mas que por trás da marca havia o emblema da educação da administração do ex-prefeito Antônio Francisco Neto.

Os jornalista investigavam o porque dessas camisas estarem com a marca da educação, de 2015, estampada no uniforme do time. A prefeitura soltou uma nota, no fim da tarde, explicando que está colaborando com as investigações e que abriu uma sindicância interna para apurar o fato.

Segundo a equipe da emissora, as blusas teriam sido compradas pelos jornalistas na região metropolitana da capital mineira. “A denúncia foi acatada pela atual secretária municipal de Educação, Rita Andrade , que já determinou a abertura de uma sindicância para apurar as licitações daquele ano (2015)”, informou a prefeitura.

(DIVULGAÇÃO)

A PGM – Procuradoria Geral do Município decidirá se encaminhará o caso para a Polícia Civil, Federal ou para o Ministério Público. Os jornalistas da TV Globo agradeceram a colaboração da SME e não informaram outros dados a respeito da investigação jornalística.

A secretária Rita Andrade, fez questão de enfatizar que não cabe a ela, nem a atual gestão, fazer qualquer tipo de ilação ou juízo de valores com relação ao que ocorreu em 2015 e as conclusões sobre essa questão dependem da sindicância e do conteúdo jornalístico da reportagem da emissora.