– ESPECIAL –


Atualizado às 01h58min.


Volta Redonda

O comandante do 28ª Batalhão de Polícia Militar (BPM), Tenente Coronel, Damião Luiz Portella, foi promovido a Coronel, a maior patente da PMERJ (Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro). A promoção foi publicada nesta segunda-feira (21), no Diário Oficial.

Portella tem 27 anos na polícia e 48 de idade. Casado e pai de três filhos e entrou aos 21 anos de idade, por um processo seletivo. O comandante acredita que o trabalho foi construído ao longo dos anos. Como Aspirante, Tenente, Capitão, Major, Tenente Coronel e agora Coronel. O que, para ele, ajudou a construí-lo também como pessoa.

– O mais importante é servir a sociedade. A PM me ensinou tudo o que sei. É minha segunda casa. Me deu disciplina, conhecimento, possibilitou a formação da minha família, a minha intelectual, complementou minha formação moral. Por isso sou muito grato a Polícia Militar – disse emocionado.

Parcerias com a Polícia Civil fazem parte da conduta do comandante na região. Marcello Russo (93ª DP) e Cel. Portella. (SUL FLUMINENSE ONLINE)

O Coronel permanece, até segunda ordem, como comandante do 28º BPM. Mais existem possibilidades de ele seja solicitado, pela experiência, ao comando de outros setores da PMERJ. Portella se diz feliz pela oportunidade de ter chegado ao último posto a frente do “Batalhão do Aço”.

– Agradeço por estar em um batalhão de guerreiros mesmo. Onde policiais doam suas vidas todos os dias para defender a população. Em que a grande maioria mora nas cidades atendidas pelo 28º BPM. Fico muito feliz e horado em estar fazendo parte desse batalhão. Me sinto muito feliz e honrado em trabalhar com combatentes compromissados em trabalhar contra a criminalidade. Sem falar do compromisso de manter a paz e a ordem – analisou.

Portella atua em incursões das equipes e participa de operações de repressão ao crime. (SUL FLUMINENSE ONLINE)

O comandante Portella é um dos mais queridos e respeitados que já dirigiram o 28º BPM. Na cobertura policial do dia a dia, por onde o SUL FLUMINENSE ONLINE está nas ocorrência, o trabalho do coronel é elogiado pela conduta com a tropa.

– Vamos continuar na mesma batida. Quero somar o máximo o tempo que for necessário para ter um policiamento eficaz nas cidades de Volta Redonda, Barra Mansa em Pinheiral. Essa promoção também tem parte o trabalho da tropa. Eles atuam arduamente para manter a região livre da criminalidade. Essa condecoração é um reconhecimento por parte do nosso comando e pelo 5º CPA (Comando de Policiamento de Área). Pretendo atuar o melhor que eu puder para garantir a ordem e a segurança pública da região – frisou.

O comando feito lado a lado com a tropa. “Os policiais daqui são guerreiros”, afirma Portella. (SUL FLUMINENSE ONLINE)

Ao fim da entrevista, o coronel fez questão de agradecer o apoio da tropa e de mandar um recado a criminalidade.

– Um abraço a essa tropa e a todos aqueles que me ajudaram. Estou muito feliz de ter chegado ao posto mais alto da corporação, estando comandante do Batalhão do Aço. A criminalidade mando um recado. Que busquem outros locais para seus delitos. Porque aqui não lugar para vagabundo se criar não – disparou o comandante ao final.

(SUL FLUMINENSE ONLINE)