Atualizado às 22h02min.


VOLTA REDONDA

A prefeitura informou nessa segunda-feira (18) que o Hospital São João Batista passará a atender, preferencialmente, casos de média e alta complexidade. De acordo com a administração do hospital, o objetivo da mudança é abrir espaço para os atendimentos mais complexos e de maior gravidade, que não podem e/ou não tem condições de serem resolvidos nas outras unidades. Segundo a secretaria de Saúde, a medida visa agilizar o atendimento dos pacientes no hospital.

Quem buscar atendimento, a partir de agora, que terão o risco classificado como baixa complexidade serão referenciados aos Cais Aterrado, Conforto, UPA Santo Agostinho, SPA Santa Cruz e Unidades Básicas de Saúde.

A diretora administrativa do Hospital São João Batista, Elizângela Alves, explicou que ao chegar ao atendimento o paciente é acolhido e recepcionado, onde é feito o seu cadastro para que seja encaminhada a classificação de risco. “A Classificação de Risco é um processo dinâmico de identificação dos pacientes que necessitam de intervenção médica e de cuidados de enfermagem, de acordo com o potencial de risco, agravos à saúde ou grau de sofrimento”, explicou.

O secretário de Saúde de Volta Redonda, Alfredo Peixoto, contou que a mudança foi necessária em busca de otimizar o atendimento aos pacientes. “Tivemos que tomar essa decisão para melhorar o atendimento. Essa ação vai aumentar, por exemplo, o espaço em leitos e liberar médicos para atenderem as emergências, que é o que preconiza o HSJB”, declarou o secretário.

A Classificação de Risco é feita como uma necessidade para organizar o fluxo de pacientes que procuram a urgência/ emergência, garantindo um atendimento melhor e mais humanizado para os pacientes que estão em situação de sofrimento agudo ou crônico de qualquer natureza.

Entenda a Classificação

VERMELHO significa emergência, o paciente será atendido imediatamente na sala de emergência; AMARELO é urgência, e o paciente será atendido em até 60 minutos, com prioridade sobre os pacientes classificados como verde, no consultório ou leito da sala de observação; VERDE, ou seja, sem risco de morte imediato, o paciente somente será atendido após todos os pacientes classificados como VERMELHO e AMARELO; AZUL, são os pacientes com quadro crônico, sem sofrimento agudo ou caso social, e deverão ser preferencialmente encaminhado para atendimento em Unidade Básica de Saúde. E caso desejar, poderá ser atendido após todos os pacientes classificados como VERMELHO, AMARELO e VERDE.