– EXCLUSIVO –


Atualizado às 13h35min.


VOLTA REDONDA 

Leandro Martins de Alcântara, de 21 anos, aparentando problemas mentais, entrou em uma clínica de beleza, na manhã dessa sexta-feira (12), na Vila Santa Cecília, um dos centros comerciais de Volta Redonda-RJ, e casou pânico a funcionários e clientes.

Ele teria dito que queria depilar a barba e fazer a unha, segundo contou uma das funcionárias na delegacia. Foi atendido e quis fazer o serviço. Após um teste, ele chamou a funcionária para o canto, que estanhou a atitude. Assim que a funcionária pegou R$ 50 reais de uma cliente, foi quando ele anunciou o assalto. “Ele disse você quer morrer ou quer viver (…) Eu entrei em pânico”, contou a moça.

Em seguida, ele disse que queria dinheiro. A moça disse que não tinha nada. Ele pegou dois celulares e os R$ 50. Minutos depois, segundo a funcionária, ele deu sinais de arrependimento. Ele falou da vida, que estava com problemas e que precisava ser internado. A funcionária chamou todos para fazerem uma oração. De acordo com o depoimento, o rapaz até chorou durante a reza.

Ao sair da clínica, o sargento Muniz e a cabo Luciana prenderam Leandro, com uma chave de roda na cintura, que ele teria usado para simular uma arma. Ele foi levado para delegacia (93ª DP), onde foi autuado por roubo.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Deixe seu nome aqui