Atualizado às 19h43min.


VOLTA REDONDA

O vereador de Volta Redonda, Fábio Buchecha (PTB), fez um balanço positivo do primeiro ano de mandato na Legislatura 2017/2020. O parlamentar, que fez parte da Mesa Diretora da Câmara, como 2º secretário em 2017, teve três projetos de lei aprovados, mais de 20 requerimentos e 100 indicações atendidas pelo Executivo.

Entre os projetos de lei aprovados, está o que institui o Programa ‘Escola Sem Partido’ nas escolas de Volta Redonda. Outro projeto é o que garante que aulas de Educação Física sejam ministradas por profissionais com curso superior.

– Os dois projetos têm o foco nas crianças. Procuramos tentar garantir com o Escola Sem Partido que não aconteça nenhum tipo de doutrinação nas salas de aula. O outro visa que os alunos tenham mais qualidade e segurança nas atividades recreativas e físicas – destacou Buchecha.

O parlamentar ainda conseguiu a aprovação do projeto que institui o programa de exames de trombofilia na rede municipal de saúde.

– O projeto prevê que aconteça uma análise, desde o primeiro atendimento da mulher na rede de saúde, dos riscos dela ter trombofilia. Sabemos da dificuldade que é uma gestante ter trombofilia. Por isso, queremos um diagnóstico mais rápido, melhorando a qualidade de vida das mulheres – comentou.

O vereador Fábio Buchecha ainda destacou os requerimentos de informação e as indicações aprovadas. “Tivemos diversas indicações de melhorias atendidas pelo Executivo, atendendo assim o apelo da população. Também fizemos diversos requerimentos, entre eles o que pede a Agência Nacional de Petróleo que investigue supostas fraudes em postos de gasolina de Volta Redonda”, frisou. A proposta do vereador quanto a investigação pode virar uma CPI (Comissão Parlamentar de Investigação) em 2018.