– ESPECIAL –


Atualizado às 13h04min.


VOLTA REDONDA

O SAAE-VR (Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Volta Redonda-RJ) anunciou, em novembro, um investimento de pouco mais de R$ 1,6 milhão em melhorias no abastecimento, tratamento de esgoto e ampliações para o serviço de saneamento básico e fornecimento de água do município.

O SUL FLUMINENSE ONLINE foi recebido pelo diretor Executivo do SAAE-VR, José Geraldo Santos, o “Zeca”, na sede da autarquia, para uma entrevista EXCLUSIVA. Ele falou do trabalho que teve para organizar o trabalho e começar a série de investimentos que estão em andamento e outras por vir. Ele destacou 11 obras, entre as mais importantes, em 10 bairros diferentes da cidade, que vão beneficiar milhares de famílias e promete diminuir os impactos de perda e melhorar a qualidade do abastecimento.

Entre as maiores obras está uma nova rede para o bairro Vila Rica (Três Poços) e Açude. Na Vila Rica serão quase três mil metros de rede nova. Antes o bairro dividia o abastecimento com o vizinho Água Limpa. A obra começou no dia 13 novembro e avança para ser concluída no máximo em fevereiro. “Essa obra vai melhorar o abastecimento de água no bairro e nas proximidades. Cerca de 10 mil moradores serão beneficiados”, comemorou Zeca. O investimento será em torno de R$ 685 mil.

(OBRA TRÊS POÇOS)

Outra obra será uma nova rede para o bairro Açude. A obra já foi licitada no último dia 06 de novembro e iniciou nessa semana. Uma nova rede, de cerca de um quilômetro será instalada. O valor foi orçado em R$ 481 mil. “Estamos tentando diminuir os problemas de abastecimento com recursos próprios do Saae. Além disso, estamos em busca de recursos e projetos maiores com verbas federais. Inclusive com apoio de emendas e aprovação de projetos via Governo Federal”, ressaltou o diretor.

O diretor do SAAE-VR comemorou as obras pontuais iniciadas a concluídas e as que ainda estão por vir. Como a reforma da estação de tratamento de esgoto, no bairro Volta Grande IV, em andamento. A reforma de dois importantes reservatórios, nos bairros São Carlos, já concluído. Nova Primavera, também em andamento. Além da conquista de um projeto, via Funasa (Fundação Nacional de Saúde) que vai levar água, a cerca de 40 famílias, no Santa Bárbara. Localidade na divisa de Volta Redonda com o pequeno distrito de Getulândia, no bairro Roma.

Uma obra, inacabada, no trevo da 207, no bairro Conforto, o diretor explicou que necessita da liberação de R$ 1,5 milhão para conclusão. O recurso é do Governo do Estado. O recurso não foi repassado. Com a obra o município irá aumentar a captação e tratamento do esgoto produzido na cidade.

Uma nova rede de água no núcleo Terra Vermelha, no Retiro, próximo a Fundação Beatriz Gama. A obra foi licitada e está em fase de elaboração de contrato. O valor R$ 224 mil e deve começar ainda em dezembro. Cerca de 50 famílias devem ser beneficiadas com a obra. Um rede de esgoto, no Rua Glória Roussin Guedes no Açude, em fase de licitação. O valor em torno de R$ 25 mil. Também em licitação uma obra de rede de água, na Rua Miguel da Fonseca Rego, no bairro Ponte Alta. No valor perto de R$ 15 mil.

(SUL FLUMINENSE ONLINE)

Outra conquista, segundo o diretor, será a retirada do esgoto que cai no Córrego dos Peixes, no Santa Rita do Zarur. Um elevatória será construída para levar o esgoto até a ETE do Santa Cruz. Uma verba conquistada por meio da Agevap (Agência da Bacia do Rio Paraíba do Sul), no valor de R$ 2,4 milhões. A cidade foi contemplada. O projeto apresentado pelo SAAE-VR foi um dos oito selecionados. “Estamos aguardando a assinatura do convênio. Com isso diminuiremos o despejo de esgoto na natureza”, destacou.

Na penúltima semana de novembro, o SAAE começou a recuperação de calçadas danificadas por manutenções de água e esgoto. “É importante fazer as intervenções e ao mesmo tempo corrigir. Isso será feito em todo município. Iniciamos na Beira Rio e no bairro Retiro. Contrato de um ano pela licitação e o objetivo é recuperar todos os passeios que sofreram com alguma intervenção do SAAE.

Zeca fez mistério quanto aos projetos para 2018. Deixou claro que o foco é diminuir o desperdício. Para isso, disse que o chamado “Parque de Hidrômetros”, usados para medir o consumo, será trocado. “Aqueles equipamentos com a vida útil acima de cinco anos serão substituídos por novos. Ao todo são 57 mil hidrômetros nessas condições na cidade. Sete mil estão parados. Isso vai ajudar a diminuir as perdas e os impactos negativos nas medições do SAAE-VR”, ressaltou.

Ele comemorou as inscrições de nove mil candidatos as 45 vagas do concurso para o SAAE. As provas acontecem no dia 10 de dezembro e o resultado será dia 26 de janeiro. “Em fevereiro os candidatos aprovados estarão na ativa conosco. Dos nove mil inscritos a expectativa é de que seis mil farão a prova. Isso vai ajudar a suprir uma necessidade mínima e força nova para o trabalho importante que fazemos”, analisou.

No fim, o diretor pediu que a população compreenda que as melhorias são graduais e que foco em diminuir os transtornos do consumidor que paga pelo serviço. “Esperamos aos poucos conseguir melhorar a qualidade do abastecimento. Entendemos e enfrentamos as dificuldades que passam o país, o estado e, consequentemente, o município. Esperamos ter um ano muito melhor, em 2018. A população pode esperar que virão muita coisa boa para o que diz respeito de melhoria do serviço prestado pelo SAAE-VR, no ano que vem. Todos os investimentos e projetos são estratégias do prefeito Samuca Silva para melhoria dos serviços do SAAE”, frisou Zeca.

 

Obras e Melhorias:

  • Rede Nova de Abastecimento – Três Poços: R$ 685.206,32
  • Rede Nova de Abastecimento – Açude: R$ 481.594,70
  • Rede Nova de Água – Terra Vermelha: R$ 224.351,56
  • Rede Nova de Água – Ponte Alta: R$ 14.875,54
  • Rede Nova de Esgoto – Açude: R$ 24.218,83
  • Rede Nova de Esgoto – Vila Rica/Três Poços: R$ 15.602,53
  • Rede Nova de Esgoto – Jd. Ponte Alta: R$ 26.006,61
  • Rio das Flores – Roma: R$ 26.073,13
  • Rede Nova de Abastecimento – Sessenta: R$ 32. 643,41
  • Reservatório de Água – Nova Primavera: R$ 28.793,51
  • Reservatório de Água – São Carlos: R$ 16.102,19
  • Reforma Bombeamento – Padre Josimo: R$ 43.416,74