Atualizada às 17h05min.


VOLTA REDONDA 

A ONG Projeto Arte em Todo Lugar realizou nesse domingo (19) uma feira de arte no condomínio Vilage Sul, no bairro Belvedere em Volta Redonda-RJ. As apresentações envolveram dança, teatro, música e artesanato. A ong atual na inclusão de pessoas que qualquer tipo de necessidade especial.

Atualmente são 25 pessoas no grupo. Mães e filhos participam de aulas e oficinas gratuitas. O resultado desse trabalho foi apresentado na feira. A aposentada Edna maria Mariano da Silva, é mãe do Gláucio Luiz Soares, de 38 anos, que nasceu com sindrome de down. Segundo ela, o trabalho da ong foi fundamental para a descoberta da autonimia do filho.

– Esse trabalho é excelente para liberdade que sonhei para ele. Ele adora música, dança e violão. Aqui ele pode ser o que quiser. Aprende e diverte. Agora que estou aposentada posso estar mais com ele e ajudar nesse trabalho – afirmou.

A psicóloga e focalizadora, Mara Lúcia de Lacerda Bueno, faz o trabalho de dança circular. Para ela a pratica ajuda dar mais equilíbrio e autoestima para quem possui alguma limitação. (Contato:

– O trabalho de dança circular sagrada ajuda muito a eles socializar, inteiração, movimento. Promove bem estar, alegria e afasta a depressão. Quem tem algum tipo de limitação psicomotora pode ajudar muito. Isso é bom para qualquer pessoa. Mesmo que não tem nenhum tipo de problema. Criança, adulto ou idoso – explicou.

(DIVULGAÇÃO)

A presidente da ong, Regina da Fátima Oliveira, lembra que começou esse trabalho há 12 anos. Mesmo sem nenhum apoio governamental ou privado. O grupo faz trabalho voluntário em centros de apoio à pessoa com deficiência (CAPS), escolas e entidades. Focado em pessoas com risco de exclusão.

– Essa feira é para apresentar o trabalho feito pelo nosso grupo. Somos formados por mães, amigas e portadores de necessidade especial. Queremos mostrar como a vida é maravilhosa, independente da nossa situação. Mostrar que eles são eficientes e ressaltar o que eles tem de melhor. Tivemos o apoio do vereador Paulinho do Raio X. Se cada um fizesse um pouco o mundo seria muito melhor – frisou.

A próxima feira acontece dia 16 de dezembro, como local ainda por ser definido.

Maria e Gláucio participam das aulas e oficinas na ONG. (DIVULGAÇÃO)